sábado, 10 de junho de 2017

20 coisas que Eu fiz no Estrangeiro

Aeroporto Humberto Delgado. 28 de Dezembro de 2016
Em 19 anos de existência já estive em 3 continentes, 16 países e não sei quantas cidades. Apesar de não me lembrar de todas as situações pelas quais passei, lembro-me de imensas, sendo algumas delas boas e outras más. Apesar disso, recordo todas com um carinho imenso e que torna a minha estadia em cada país incrível. A minha vida no estrangeiro foi (quase) sempre atribulada, mas graças a isso, tenho muitas histórias para contar. 

1. Andei de barco no Nilo | Egipto
2. Subi ao topo do Chichén Itzá | México
3. Recebi a minha primeira grande alcunha por funcionárias de Hotel. É "Juanito" e ainda hoje, mais ou menos 17 anos depois, um tio meu ainda me continua a chamar assim. | Cuba
4. Estive debaixo da Torre Eiffel à meia-noite e todo o monumento começou a piscar. Foi lindo, lindo, lindo. | França
5. Já nadei no Mar Mediterrâneo, no Mar Vermelho e no Mar das Caraíbas | Espanha, Egipto, Cuba.
6. Andei pela primeira vez de avião com 2 anos e fui logo para um continente diferente. Fui para Cuba e segundo sei foi a pior viagem de avião que os meus pais tiveram. Tudo graças a mim, ao puto chato que os acompanhava.
7. Numa manhã de sexta feira, fui à Bélgica apenas para ir a uma loja de decoração. Estava no Luxemburgo e enquanto a minha mãe estava a trabalhar, a amiga dela tinha de ir Bastogne a uma loja e eu fui com ela.| Bélgica
8. Chorei quando vi o Palácio Grão-Ducal pela primeira vez. Era algo que eu queria visitar há imenso tempo e emocionei-me. A minha mãe, ia lá todos os meses e trazia-me sempre fotografias daquele lindo palácio. Vê-lo ao vivo pela primeira vez foi mágico| Luxemburgo
9. Vivi 4 meses e meio no estrangeiro. Fiz o meu Erasmus em Praga e foi a melhor experiência da minha vida. | República Checa
10. Fui duas vezes à Disney e espero ir uma terceira, ainda este ano, devido ao 25º aniversário do parque. | França
Porto - Lisboa. 8 de Julho de 2016
11. Já andei num avião cujos passageiros eram a tripulação e a minha família. Vinha de Palma de Maiorca, se não me engano, e foi a primeira vez que viajei em primeira classe. 
12. Andei uma tarde sozinho por Viena e foi das melhores coisas que fiz. Enquanto os meus amigos ficaram no Hostel, eu fui a um museu, vaguei pelo centro e tirei tempo para mim. Imaginava-me, facilmente, a viver lá. | Áustria
13. Fui abordado por meninas da noite. Às 2h30 da manhã, o centro de Praga está cheio de pessoas que ganham a vida desta forma. Foi engraçado porque me tinham falado poucas horas antes e eu disse que nunca me tinha acontecido. | República Checa
14. Enjoo a andar de barco e vomitei num cujo local onde estávamos sentados era debaixo de água | Cabo Verde
15. Vou, sempre que possível, visitar cemitérios. O que mais gostei foi o Pére Lachaise, em Paris e foi o primeiro. Uma grande falha foi o Cemitério Judaico de Praga que não consegui visitar devido a uma situação frágil que me aconteceu precisamente no dia em que o ia fazer.
16. Uma altura, quando era pequeno, perdi-me num aeroporto só porque queria umas coisas da Disney que a minha mãe tinha deitado ao lixo. Deixei os meus pais em pânico e o meu irmão a chorar. | Algures no mundo
17. Devido a uma greve, fiquei mais um dia do que o previsto no México mas não consegui aproveitar porque tinha alguma coisa nas pernas e não conseguia andar | México
18. Emocionei-me quando ouvi os comissários da TAP falarem português. "Boa tarde, seja bem vindo a bordo" depois de alguns meses sem ouvir falar português de outras pessoas sem ser os meus amigos soube-me pela vida | República Checa
19. Quase passei uma noite em Munique porque não tinha bilhete de autocarro para ir para Praga. A juntar a isto não tinha bateria, muitas pessoas não me sabiam ajudar, estava aterrorizado e quase que não aceitei que a minha mãe me quisesse ter dado mais dinheiro do que o previsto. Se não fosse esse dinheiro, tinha mesmo dormido na rua. | Alemanha
20. Um dos dias mais alegres da minha vida foi o dia 28 de Dezembro de 2016. Saí do Porto às 5h30 da manhã e cheguei a Praga às 21h00 (hora checa). Nesse tempo, fiz escala em Lisboa. Fui do aeroporto de Munique para o centro. Estive a procura do local para comprar o bilhete que me levaria a Praga. Visitei o centro de uma cidade que queria imenso conhecer e consegui ultrapassar todas as dificuldades. Fiquei super contente por me ter conseguido desenrascar sozinho. | Portugal, Alemanha e República Checa.


Quais são as histórias no estrangeiro que lembram com mais carinho? Contem-me nos comentários!


*Fotografias da minha autoria. Não utilizar sem autorização prévia*

3 comentários:

  1. adorei, mesmo, este post! e acho incrível que guardes tantas aventuras com tanto carinho :)

    ResponderEliminar
  2. BRUTAL! Já foste a sítios tão giros e tens histórias tão encatadoras e que irás recordar para a vida! Acho que vou fazer algo deste género

    ResponderEliminar
  3. Sortudo! ;)
    Vou seguir o teu blog, gostei imenso do teu cantinho.

    ResponderEliminar