quarta-feira, 4 de abril de 2018

Auschwitz. Not long ago. Not far away.

Desde que meti os pés em terras espanholas, que sabia que ia ter de visitar esta exposição. A par do momento em que visitei o campo de concentração, esta exposição trouxe à flor da pele um misto de sentimentos: felicidade, tristeza e vergonha. Tudo isto por poder saber ao pormenor aquilo que os Judeus e outros povos minoritários passaram durante a II Guerra Mundial.

A exposição apresenta toda a história de Auschwitz - o antes, o durante e o após -, sendo esta composta por objetos verdadeiros que pertenceram a alguns dos moradores do campo, imagens, legendas, vídeos nunca publicados com testemunhos de alguns sobreviventes, representações de alguns objetos icónicos ligados ao Holocausto e quotes de sobreviventes que passaram por este campo de concentração polaco ou de agentes nazis.

Durante toda a visita, as lembranças de Dezembro de 2016 foram uma constante. Por cada imagem que via, conseguia lembrar-me do local onde tinha estado e da grande tristeza que despertou em mim. Não foi uma visita fácil, confesso. Os arrepios faziam-se sentir por todo o meu corpo e as lágrimas foram aguentadas até à saída da exposição. 

Recomendo a visita e que esta deva ser feita com uma vontade enorme de encarar aquilo que foi/é a realidade.Considero este tipo de exposição um "abre olhos" para algumas pessoas que vemos no nosso quotidiano, para que não façam a algumas raças/etnias aquilo que os nazis fizeram ao judeus. 









"Those who not remember the past are condemned to repeat it."
George Santayana
---------

Auschwitz. No hace mucho. No muy lejos.
Centro de Exposiciones Arte Canal - Madrid
Até dia 17 de Julho de 2018
Preço de Entrada: 6e à segunda, 9e de terça a sexta e 11e sábados, domingos, feriados e vésperas.
Website


*Alguma questão? Deixa nos comentários, por favor!!*
*Fotografias da minha autoria. Não utilizar sem autorização prévia.*

2 comentários:

  1. Adorava visitar essa exposição. Deve ser uma exposição difícil de visitar por um lado, dado termos que nos confrontar com todas essas imagens. Uma coisa é estudarmos e sabermos que aconteceu, outra coisa é vermos com os nossos próprios olhos. Mas acho muito bem que existam este tipo de exposições, para nos relembrarmos dos erros do passado e não os voltar a cometer.
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pensamento foi exactamente o mesmo!! É um murro enorme na barriga mas um murro bem dado para não fazermos nada no futuro que tenha sido feito no passado.
      Obrigado pela visita, beijinho!! :)

      Eliminar